Slide

PUBLICIDADE 728X90

Victoria’s Secret Fashion Show é um desfile que se tornou um espetáculo no mundo da moda. Neste ano, não foi diferente. Várias modelos lindas na passarela, atrações incríveis se apresentando e peças de lingerie ma-ra-vi-lho-sas! A produção é toda bem feita, mas uma coisa muito importante parece ser “esquecida” pelos organizadores: representatividade! A gravação aconteceu ontem (08/11) e será televisionada nos EUA, no dia 02/12. Mas a gente te conta alguns detalhes que ninguém pode perder!
Adriana Lima se emociona após se despedir da Victorias Secret (Foto: Getty Images)
Um dos momentos mais emocionantes foi a despedida da angel brasileira Adriana Lima. Esta foi a 18ª vez que a modelo desfilou pela marca, e aos 37 anos, ela resolveu dizer tchau ao time pink. O relato foi emocionante e, é claro, que ela arrasou na seu último catwalking.

A volta da Kendall Jenner e Gigi Hadid também marcou o desfile. As modelos não participaram no último ano, mas voltaram à gravação em Nova York. Em 2017, um contrato com outra marca de lingerie (La Perla) não deixou Kendall desfilar. Com Gigi, um vídeo de “zoeira” com o Buda Chinês a impossibilitou de entrar no país oriental que recebeu o show. 

A modelo Duckie Toth – que se parece com a Barbie – também estava arrasando na passarela. Ela foi uma das 16 meninas negras que desfilou neste ano. Este look fazia parte da coleção colorida da estilista convidada, Mary Katrantzou.  


A marca também trouxe a primeira modelo da Filipinas para este casting! Kelsey Merrit representou bem seu país. Em questão de cultura, a VS procura montar um time com modelos do mundo inteiro e isso é um ponto muito válido. Para o projeto Vogue Runaway, Ed Razek e Monica Mitro (produtores da VS) contaram que sempre buscam meninas que possam representar o mundo inteiro: “Nossa passarela sempre foi culturalmente diversa e nós sempre celebramos as origens das nossas modelos“, disse Monica. Mas essa questão de representatividade cultural não é o suficiente. 



Estamos em 2018, no 23º VSFS, e ainda não vimos nenhuma modelo plus size ou transgênero cruzando as passarelas. Estes “detalhes” incomodam bastante o público, mas ainda parece ser algo que não incomoda a marca (pois é!). Ainda na entrevista, os produtores contaram que a imagem do seu casting “dos sonhos” já está formada: “Se nós consideramos colocar uma modelo plus-size no desfile? Sim, nós consideramos. Nós tentamos fazer um especial de TV com plus-sizes [em 2000]. Ninguém se interessou, e ainda não se interessam“. Oi? Será que ele realmente está prestando atenção nos comentários do público? Ed ainda contou que uma irmã da marca, Lane Bryant é a responsável pela produção de peças plus size para o público específico. 

Quanto às meninas trans, Ed foi bem direto na resposta: “Não acho que deveríamos ter modelos transgêneros no desfile“. E a justificativa? “Porque o desfile é uma fantasia. É um especial de TV de 42 minutos“.  A conclusão da dupla é que todas as outras marcas gostariam de ter um show como este, e que se a VS o fizesse de maneira diferente receberia muitas críticas. (SPOILER pros produtores: nós discordamos! Com certeza, a VS receberia muitos elogios por estar se preocupando com diversidade).
Voltando ao que aconteceu, as atrações desta vez, foram muitas! Rita Ora, Shawn Mendes, Halsey, Bebe Rexha, The Chainsmokers, Kelsea Ballerini e The Struts. Como o esperado, as meninas interagiram muito com os cantores!

Fantasy Bra foi usado por Elsa HoskA modelo sueca estava radiante com a peça mais cara da coleção, que foi feita com 2100 cristais Swarovski e custa R$ 3.6 milhões!

E outro look baphônico foi desfilado pela Romee Strijd. Acredita que esta produção tinha mais de 125 mil cristais Swarovski?

É, Victoria’s Secret… seu show é incrível, mas poderia ficar ainda mais incrível! Diversidade importa muito!

Compartilhe o post com os amigos
Blogger Widgets

Ao acompanharmos a série da Netflix “Anne with an E ” interpretada pela atriz Amybeth McNulty, descobrimos que a ruivinha principal, se destaca como uma órfão de caráter romântico, espírito aventureiro e muito idealista. Ela é adotada e conquista com sua doçura e poesia, o amor de dois irmãos sem filhos, que passam a desempenhar legalmente, o papel de seus pais. A fluência verbal da adolescente Anne, para ela é o seu maior predicado, já que a menina detesta à cor dos seus cabelos, sardas no rosto, se considerando feia e sem maiores atrativos físicos. Por outro lado a jovem é muito vaidosa e adora vestidos com mangas bufantes e com bordados bem delicados.Imagem relacionada

“Anne with an E”

A série “Anne with an E” é baseado no livro canadense de 1908 A série que vem conquistando o coração de muitas pessoas tem como roteiro baseado no Best-seller “Anne of Green Gables”, de Lucy Maud Montgomery (1908). É interessante perceber que Montgomery trouxe para as suas histórias um pouco de sua trajetória pessoal, pois ela perdeu sua mãe quando tinha apenas 21 meses e foi criada pelos seus avôs maternos após seu pai ter negado a sua criação. 
Resultado de imagem para serie anne with an e
Aos sete anos de idade, Lucy se muda para Saskatchewan com seus avôs, os quais proporcionaram uma educação rigorosa e implacável. Com esses tempos difíceis, Lucy passa a se relacionar com seus amigos imaginários para fugir da solidão. Depois de crescida, vai para a Nova Escócia se formar em literatura em Dalhousie University, e logo após a sua formação teve que retornar ao Canadá para cuidar da sua avó. Durante este tempo foi o período com mais rendimento em sua carreira como escritora, escrevendo o famoso livro “Anne of Green Gables” que deu inicio ao seu reconhecimento internacional. 

A primeira roupa que Anne usa é um vestido marrom minimalista com sobreposição branca, meia-calça branca e chapéu de couro.
Imagem relacionada
Como desde 1908, a história da menina órfã, romântica e determinada Anne se tornou um símbolo da cultura canadense, a Neflix aproveitou esta maravilhosa história para produzir a série e divulgar este lindo roteiro que mesmo antigo, aborda temas atuais, como o feminismo, bullying e preconceito. 

Sua mãe adotiva Marilla confeccionou este vestido em marrom minimalista com meia-calça branca, botas de couro e chapéu.
Marilla usa um vestido lilás com cinto de couro e chapéu claro.
Matthew, seu pai, usa um terno completamente preto com camisa branca.
Resultado de imagem para figurino de serie anne with an e

TRAILER FICHA TÉCNICA 

Título original: Anne Ano: 2017 
Criação: Moira Walley-Beckett 
Direção: Niki Caro 
Elenco: Amybeth McNulty, Lucas Jade Zumann, Christian Martyn, Helen Johns, Geraldine James, R.H. Thomson, Dalila Bela, Michelle Giroux.
 Gênero: Drama
 Nacionalidade: Canadá 
Assim como a Netflix, o cineasta Kevin Sullivan, em 1985, inspirado pela história de L.M. Montgomery dirigiu a minissérie Anne Of Green Gables ™, que foi o estopim para a carreira de Sullivan - assim como de Montgomery. 
Sua primeira amiga, Diana usa um vestido azul claro com sobreposição branca, casaco cinza, meia-calça branca e chapéu.
Anne usa os mesmos vestidos em marrom e branco, casaco marrom, cachecol cinza e chapéu.

Trabalhando sempre com o mesmo elenco, Sullivan, produziu quatro temporadas trazendo a história de vida de Anne Shirley conforme foram escritos nos quatro primeiros livros de Montgomery. 
Anne usando um vestido cinza claro no mesmo modelo do marrom.
Diana usando um vestido azul claro com poás rosas.
Imagem relacionada


Anne of Green Gables (1985) 

Só pra ressaltar, vai ter spoiler das próximas temporadas que o Netflix pode vir a produzir, mas pode ficar tranquilo que iremos revelar somente algumas parte da história. 

 
Cenas da série Anne of Green Gables (1985) 

Ao chegar por engano na Fazenda dos Cuthbert, Anne Shirley, precisará mostrar a sua serventia aos dois irmãos idosos. Romântica e inteligente, Anne logo conquista o seu espaço na família, até que um dia acaba insultando a matriarca da cidade, Rachel Lynde, em uma disputa sobre a sua aparência. Além de estragar a sua lousa na cabeça do Gilbert Blythe, ela faz de tudo para deixar de ser ruiva, porém a sua vaidade irá deixá-la em muitos apuros. Quando tudo parece estar se ajeitando, e Anne conquista uma nova amiga, Diana Barry. Ao recepcionar um chá da tarde para a sua mais nova amiga, as duas, acabam bêbadas com um saboroso vinho de groselha, as quais as deixam em maus lençóis com a mãe de Diana. 

Anne of Green Gables: The Sequel (1987)


Cenas da série Anne of Green Gables: The Sequel (1987) 

Resultado de imagem para figurino de serie anne with an e

Anne of Green Gables: The Continuing Story (2000)

Cena da série Anne of Green Gables: The Continuing Story (2000) 


Anne of Green Gables: A New Beginning (2008)

Cena da série Anne of Green Gables: A New Beginning (2008) 


Elenco

 Amybeth McNulty como Anne Shirley Cuthbert

Amybeth McNulty, 16 anos, é uma atriz irlando-canadense. Em 2017 ela estrelou como Anne Shirley na série Anne da CBC/Netflix baseado no romance de 1908 Anne of Green Gables escrito por Lucy Maud Montgomery. McNulty já havia aparecido na série Clean Break e Agatha Raisin da RTÉ One.

Anne usando um vestido surrado em nude, com casaco marrom por baixo e bandana azul.


Geraldine James como Marilla Cuthbert

Traduzido do inglês-Geraldine James, OBE é uma atriz britânica. Por seu papel como Portia no revival da Broadway de 1989, O Mercador de Veneza, ela foi nomeada para o Tony Award de Melhor Atriz em um Jogo e ganhou o Drama Desk Award de Melhor Atriz em uma peça.

Marilla e Anne usando a mesma cor de roupa: nude
Resultado de imagem para Geraldine James anne with an e
Marilla usando o mesmo vestido lilás com cinto de couro e Anne usando um vestido marrom.
Resultado de imagem para Geraldine James anne with an e


 Lucas Jade Zumann como Gilbert Blythe

Lucas Jade Zumann,17 anos, é um ator norte-americano. Ele é conhecido por interpretar Milo no filme de terror A Entidade 2, Jaime Fields no filme de drama 20th Century Women e Gilbert Blythe em Anne with an E.

Anne usando roupas em marrom e Gilbert usando roupas em cinza com preto.
Resultado de imagem para Lucas Jade Zumann anne with an e
Os meninos da época usavam o mesmo estilo de roupa: tons escuros, botas de couro e calça marrom.
Imagem relacionada
Todas as crianças tinham a mesma aparência: vestidos com sobreposições.


 R.H. Thomson como Matthew Cuthbert

Robert Holmes "R. H." Thomson, CM é um ator canadense de televisão, cinema e teatro. Thomson nasceu em Richmond Hill, Ontário. Ele estudou na Universidade de Toronto e na Escola Nacional de Teatro.

Matthew usando uma camisa nude, colete marrom e um lenço acompanhando o tom da camisa.
Resultado de imagem para R.H. Thomson anne with an e

Dalila Bela como Diana Barry

Dalila Bela é uma atriz canadense que é conhecida por seu papel como a agente Olive na série Odd Squad da PBS Kids, no diário de filmes de Wimpy Kid, e em programas de TV como Once Upon a Time e Anne With An E.

Em dia de grande festa para as duas personagens, Diana era de uma família rica, então, sempre usava diferentes roupas. Nesse episódio, ela usou um vestido dourado com lilás e mangas bufantes que Anne adorava e também usou no seu vestido cinza com coroa de flores colorida.
Resultado de imagem para dalila bela anne with an e
As meninas mais ricas da época usavam muito veludo e chapéus e Diana aderiu a moda e usou um lindo look em azul marinho, casaco de veludo, chapéu de couro.
Resultado de imagem para dalila bela anne with an e
Dá para perceber a diferença entre Anne e suas colegas de classe que estavam sempre com diferentes looks. A sobreposição de capas fazia parte da indumentária feminina junto as luvas, cachecóis e botas estilo botinas.


Corrine Koslo como Rachel Lynde


Corrine Koslo é uma atriz canadense. Principalmente uma atriz de teatro mais proeminentemente associada ao Shaw Festival, ela também teve papéis de apoio e voz no cinema e na televisão. Formada em 1981 na escola de teatro do Vancouver Playhouse, atuou no palco em todo o Canadá.

Rachel usava muitos vestidos folgados com sobreposições estampadas.
Resultado de imagem para Corrine Koslo anne with an e














Dalmar Abuzeid 

Dalmar Abuzeid é um ator canadense.
Dalmar usava muitas roupas surradas e em cores terrosas. O seu figurino representava muito a sua história, filho de pais escravos, teve o privilégio de ser nascer livre. 
Resultado de imagem para Dalmar Abuzeid Anne with an E
Dalmar, que interpreta o Sebastian usando casaco azul marinho com camisa xadrez.
Resultado de imagem para Dalmar Abuzeid Anne with an E

Aymeric Jett Montaz como Jerry Baynard

Jerry usando camisa xadrez, boina marrom e colete marrom. Mais uma vez o xadrez lenhador é muito utilizado em blusas.
Resultado de imagem para aymeric jett montaz Anne with an E

Cory Grüter-Andrew  como Cole

Cole usando uma roupa de lã em nude.





Christian Martyn como Billy Andrews 

Billy é um personagem problemático e tem grande impacto na série, traz um figurino em tons de cinza.
 Resultado de imagem para christian martyn anne with an e


Resultado de imagem para serie anne with an e gif
Está série de época traduz  que os preconceitos já existem há muito tempo, mas podem ser superados na sua maioria por posturas mais comprometidas em quebrar tabus arraigados.
As roupas  femininas deste período onde a história se passa são caracterizadas por vestidos de gola alta, mangas ajustada até os cotovelos e bufantes até a altura dos ombros,saias rodadas, pregas e bordados, ilustrando o anos de 1908. Tais características retrôs são alvos de muitos estilistas atuais, que constantemente as reinventam.

Compartilhe o post com os amigos
Blogger Widgets

Marlon Teixeira para Torinno / Rafael Pavarotti

A marca de Luis Fiod estreou no SPFW com seu streetwear de luxo.
Como adiantamos hoje em uma entrevista com o diretor criativo, a coleção tem três pilares: floresta, campo militar e demolição; cada um gera um grupo de shapes e estampas.
A Torinno pode preencher um gap que existe para consumidores de todas as idades com espírito livre, que buscam por algo diferente e com qualidade e que não se contentam somente pelo arroz e feijão da moda masculina.
tori_lb_n46_001 Torinno- SPFW N46 out/2018 foto: Ze Takahashi/ FOTOSITE

Vale destacar o trabalho no couro, especialmente nas jaquetas e bermudas, como no segundo look, em Leo Picon, e no conjunto com acabamento metalizado e fundo laranja na área do bolso. São pequenos detalhes de corte e cor, mas que fazem toda a diferença.
Cores e estampas fazem parte do DNA da marca e neste desfile não foi diferente. Há um trabalho forte com tons ora sóbrios, ora acesos, e um destaque para a estamparia. De 46 looks, 14 são estampados, reforçando a aposta da marca em criar uma estética fora do lugar comum para o público masculino.
Torinno- SPFW N46 out/2018 foto: Ze Takahashi/ FOTOSITETorinno- SPFW N46 out/2018 foto: Ze Takahashi/ FOTOSITE
Em uma entrevista mais cedo, Luis celebrou o fato de que a Torinno tem agradado tanto homens quanto mulheres – e de fato, posso imaginar que isso aconteça. Eu mesma, passeando pelo Instagram da marca e até mesmo no desfile de hoje, vi jaquetas e calças que poderia usar tranquilamente. E é exatamente por isso que não consigo entender os looks femininos mostrados no desfile – há quatro deles (o último em Deborah Secco).
Quando a marca cria especificamente para a mulher, ela perde sua essência.  Tudo o que ela tem de diferencial se perde, pois passa a enxergar a mulher com um olhar antigo: vestidos mais justos, comprimentos curtíssimos e saltos altíssimos. Uma mulher poderosa, impecável e inatingível hoje parece fora de contexto, devido ao momento mesmo e todas as suas transformações. Se vale uma contribuição aqui, a Torinno pode seguir fazendo o que faz melhor – isso já é o suficiente para conquistar o público feminino. (Camila Yahn)

Torinno- SPFW N46 out/2018 foto: Ze Takahashi/ FOTOSITE

DIREÇÃO CRIATIVA
Luís Fiod
STYLING
Luís Fiod
DIREÇÃO DE DESFILE
Bill McIntyre
BELEZA
Max Weber
TRILHA
Max Blum
Torinno- SPFW N46 out/2018 foto: Ze Takahashi/ FOTOSITE

O que a Torinno traz de novo ao mercado? 
O mais importante é que é um produto que carrega estilo, feito com materiais legais. A gente fala streetwear de luxo, mas não significa que é inacessível, e sim tem a ver com estilo, refinamento, qualidade. Eu aposto em uma cartela de cor com muito mais ousadia, em estampas que é difícil alguém apostar no sentido de escala, então é um produto que vem mais embalado. Mas não confunda com modinha, são peças de memória. Não são roupas que você vê o tempo todo, por exemplo, você não vai encontrar fácil uma peça em couro laranja, e que ainda tem uma preocupação com shape, com acabamento… É aí onde a Torinno entra.
tori_lb_n46_036
No que você trabalhou para a coleção que será desfilada hoje?
Essa coleção tem três blocos do que pode ser entendido por inspiração: floresta, campo militar e demolição. A ideia partiu de uma foto que continha esses três elementos. Então tenho um contraponto de cores sóbrias e acesas, um azul marinho e um azul pique, o preto e o laranja, verde militar e verde abacate, é uma coleção de opostos. A floresta aparece nos shapes, em ítens de cobertura, um esporte pensado em floresta.
Temos duas estampas, uma que é um novo camuflado, que é um piso partido de madeira toda destruída e está aplicada nos nylons e tecidos inteligentes. A outra estampa é um piso de marchetaria colorido de uma maneira muito inusitado, um étnico futurista, e será usada nas peças de seda. Eu adoro ficar na mesa de corte cortando os encaixes das peças para formar as estampas.
Torinno- SPFW N46 out/2018 foto: Ze Takahashi/ FOTOSITE
O que desfilar no SPFW pode agregar para o seu negócio?
Olha, a Torinno nasceu redonda e tem sido bem recebida pelo mercado. Mas é uma conquista que vem acontecendo no boca a boca, no um a um, e que é muito bacana.   Mas o SPFW é uma vitrine que amplia e dá mais perspectiva. E também é uma forma de a gente conseguir avançar no sentido de escala, de abertura de mercado e de novas frentes.
Torinno- SPFW N46 out/2018 foto: Ze Takahashi/ FOTOSITE
Quem é o seu cliente? Existe um tipo de perfil para onde você mira quando começa a criar?
Desde o começo a marca atingiu clientes muito legais e já podemos dizer que temos uma comunidade de amigos da marca e pessoas que influenciam seus próprios nichos. Mas é um público muito heterogêneo. A gente atende homem e mulher de estilos e idades distintos, mas que têm como ponto em comum essa identificação com a Torinno. Por exemplo, tem uma roupa que foi usada pela Sabrina Sato, pelo Alok e pelo Pedro Andrade. Independe do gênero, do estilo e da idade.
tori_lb_n46_044
Em que canais é possível comprar a Torinno?
Nós vamos lançar nosso e-commerce próprio em breve, já está praticamente pronto. Acredite, colocar uma loja online no ar dá praticamente o mesmo trabalho de abrir uma loja física! Precisamos pensar em uma estratégia de lançamento e de como vamos operar esse negócio. Então, como somos uma equipe enxuta, resolvemos primeiro terminar o SPFW para então trabalhar na abertura do e-commerce. Mas nós vendemos bem em canais diretos como o Instagram e também em eventos em que somos convidados por multimarcas espalhadas pelo Brasil.

Torinno- SPFW N46 out/2018 foto: Ze Takahashi/ FOTOSITE

Compartilhe o post com os amigos
Blogger Widgets

O São Paulo Fashion Week N46 começa no domingo, dia 21 e vai até sexta-feira, dia 26 e vai apresentar as novas coleções de 31 grifes durante 6 dias com transmissão ao vivo do FFW e do canal do SPFW no Youtube.
De casa nova

Nesta edição o SPFW inaugura sua nova casa, o espaço Arca, que é um galpão na Vila Leopoldina. A maior parte da programação acontece lá dentro, com exceção de alguns desfiles, como os de Gloria Coelho e Lilly Sarti, e das masterclasses que integram a programação do Projeto Estufa e ocorrem no Farol Santander, no centro da cidade.
Resultado de imagem para galpão na Vila Leopoldina
Abertura com Lilly Sarti
Lilly e Renata Sarti / Agência Fotosite
LILLY E RENATA SARTI / AGÊNCIA FOTOSITE
E desta vez, quem abre a semana é a marca Lilly Sarti, das irmãs Lilly e Renata Sarti. O desfile acontece neste domingo, às 19h30 no Farol Santander, e vai invadir a rua João Brícola, no centro de São Paulo. A top Isabeli Fontana é uma das modelos confirmadas para o show.
Projeto Estufa
Identidade visual do Projeto Estufa, criada pela PS2
IDENTIDADE VISUAL DO PROJETO ESTUFA, CRIADA PELA PS2
O Projeto Estufa é uma plataforma para revelar e apresentar novas formas de criar, distribuir e produzir. Provocar diálogos e reflexões, inspirar e influenciar comportamentos. Ao participar do Projeto Estufa você vai se conectar com lideranças criativas que estão criando no presente o futuro que queremos. Novas economias, fronteiras da tecnologia, materiais, outros mindsets e comportamentos são temas de masterclasses no Farol Santander com desdobramento em conversas e apresentações no espaço ARCA. A programação vai de 23 a 25 de outubro e inclui masterclasses, mesas redondas, feiras de startups, desfiles e labs. Toda a programação do Estufa está aberta ao público mediante inscrição e compra de ingressos aqui
As aguardadas estreias
Look da Piet / Cortesia Alex Batista
LOOK DA PIET / CORTESIA ALEX BATISTA
Quatro marcas entram para o calendário da semana de moda: Piet, Cacete Company, Torino e Bobstore. As três primeiras são novas e têm feito um trabalho bem consistente entre imagem e produto. Já a Bob é a mais conhecida de todos por seus anos de mercado, com lojas nos principais shoppings do país.
Sangue novo
Look da marca Mipinta / Cortesia
LOOK DA MARCA MIPINTA / CORTESIA
E mais sete nomes novíssimos também fazem sua estreia no evento, como parte da programação do Projeto Estufa: Aluf, Ão, Helena Pontes, Korshi 01, Lucas Leão, Mipinta e Victor Hugo Mattos. Cada uma tem uma identidade própria e já bem definida, considerando seu pouco tempo de vida. O interessante é que, apesar de serem diferentes, eles compartilham de um mesmo propósito no que diz respeito a questões como criatividade e sustentabilidade.
A Aluf, por exemplo, tem um foco grande em acessórios e a forma como lida com as roupas parte dessa premissa, de objetos vestíveis, trabalhos sempre em materiais certificados. Outro exemplo é Lucas Leão, que não é estilista e sim modelista e antes de criar sua marca já desenvolvia peças especiais encomendadas por artistas. Victor tampouco é designer, é um pensador com uma forte carga criativa que usa o corpo como mais de uma de suas plataformas para suas invenções. A Korshi questiona a durabilidade, usabilidade e versatilidade de uma mesma peça. O que vamos ver são as apresentações de sete marcas que já nasceram em outro mundo, outro contexto e chegam cheia de energia jovem. A curadoria é de Olivia Merchior e Augusto Mariotti.

José e João
Johnny Luxo e Zé Pedro / Cortesia
JOHNNY LUXO E ZÉ PEDRO / CORTESIA
Quando Zé e Johnny começaram a se caracterizar de diversos personagens da cultura pop, mal poderiam imaginar que essa brincadeira renderia um livro de fotos e uma exposição. Com a ajuda de diversos stylists, maquiadores e fotógrafos, eles se transformaram em o Gordo e o Magro, Robert Smith e Siouxsie, Xuxa e Hebe, entre muitas outras figuras. O livro José e João foi lançado na loja da Ellus enquanto o SPFW abriga uma exposição com fotos enormes e que certamente será um dos espaços mais visitados e fotografados do evento. No dia da vernissage, haverá um show da Vanessa da Mata.

A arte ganha espaço
Instalação da artista Anais Karenin / Reprodução
INSTALAÇÃO DA ARTISTA ANAIS KARENIN / REPRODUÇÃO
Com curadoria de Daniela Thomas e Mari Nagem, a exposição do Projeto Estufa reúne 17 artistas contemporâneos com instalações e performances no espaço ARCA. Alguns trabalhos são desenvolvidos durante o período da mostra que conta com a participação de Aleta Valente, Anais Karenin, Cal Kielmanowick, Fernando Velazquez, Fred Pinto, Lina Lopes, Mari Nagem, Marina Kosovski, Renato Custódio, Álvaro + Oda, Mau Maker, Pedro Gallego, Renata Melo, Rochelle Costi, Rodrigo Moreira, Sara Não Tem Nome e Simone Barros.
A campanha


Acompanhe o SPFW em tempo real pelo @FFW no Instagram:
Calendário
21.10 – Domingo
19h30 – Lilly Sarti
22.10 – Segunda-feira
15h00 – Osklen
16h30 – Patricia Viera
17h30 – Torinno
19h00 – Modem
20h30 – João Pimenta (feminino)
23.10 – Terça-feira
13h00 – Reinaldo Lourenço
14h30 – Aluf (Projeto Estufa)
14h45 – Lucas Leão (Projeto Estufa)
16h00 – PatBo
17h30 – Top 5
19h00 – Amir Slama
20h30 – Ronaldo Fraga
24.10 – Quarta-feira
12h30 – Gloria Coelho
14h30 – Helena Pontes (Projeto Estufa)
14h45 – Ão (Projeto Estufa)
15h00 – Korshi 01 (Projeto Estufa)
16h30 – Beira
18h00 – Lino Villaventura
20h00 – Bobstore
25.10 – Quinta-feira
14h30 – Victor Hugo Mattos (Projeto Estufa)
14h45 – Mipinta (Projeto Estufa)
16h30 – Two Denim
18h00 – Cotton Project
19h00 – Apartamento 03
20h00 – Handred
26.10 – Sexta-feira
15h30 – Cacete Company
16h30 – João Pimenta (masculino)
18h00 – Piet
19h00 – Ratier
20h30 – Água de Coco


Compartilhe o post com os amigos
Blogger Widgets


Princesa Eugenie, casamento real da princesa Eugenie
Yui Mok / PA Wire
E eles viveram felizes para sempre.
Vestindo um vestido de Peter Pilotto e Christopher De Vos e a tiara de Grenville Emerald , uma resplandecente princesa Eugenie casou-se com Jack Brooksbank hoje em uma cerimônia de casamento deslumbrante e inspirada no outono . O casal sorridente recitou seus votos na Capela de São Jorge, no Castelo de Windsor; desde 1863, a capela do século 14 hospedou 16 casamentos reais - mais recentemente, o 19 de maio de 2018 núpcias do príncipe Harry e Meghan Markle , o duque e duquesa de Sussex.
Como presente de casamento, Jack tinha brincos de esmeralda feitos especialmente para sua noiva.
O vestido de Eugenie expôs intencionalmente a cicatriz que recebeu de sua cirurgia de escoliose aos 12 anos. "Eu acho que você pode mudar a maneira como a beleza é, e você pode mostrar às pessoas suas cicatrizes", disse ela em This Morning , da ITV , poucos dias antes do casamento. "Eu acho que é realmente especial para defender isso."
Rob Van Helden fez os arranjos florais, usando a folhagem e os ramos de flores provenientes localmente do Windsor Great Park, combinados com rosas, rosas em spray, hortênsias, dálias e bagas. Rob disse que foi "o maior privilégio e honra" criar as flores, acrescentando que Eugenie estava "muito envolvida desde o início e foi fundamental para o tema outonal".
O casal contratou Alex Bramall para ser o fotógrafo oficial em seu casamento; ele irá montar retratos no Castelo de Windsor após o serviço. "É uma honra e um privilégio sermos convidados para fotografar a Princesa Eugenie e Jack neste dia tão especial", disse Alex, que anteriormente havia contratado Eugenie para a edição americana do Harper's Bazaar em 2016. "Estou ansioso com grande entusiasmo para capturando esta ocasião significativa e desejamos a ambos um futuro feliz juntos ".
Meghan Markle, Príncipe Harry, casamento real
Youtube
A mãe de Eugenie, Sarah Ferguson , e sua irmã, a princesa Beatrice , chegaram à porta oeste e foram cumprimentadas por David Conner , o reitor de Windsor. Depois de escoltados para o cordeiro, Jack e seu padrinho, o irmão Thomas Brooksbank , entraram e conheceram o reverendo. O tio de Eugenie, o príncipe Charles , chegou ao Galilee Porch, seguido por sua avó, a rainha Elizabeth II ; como é costume, ela recebeu uma ovação de pé e uma fanfarra soou.
Membros da Família Real Britânica saíram em pleno vigor , com Meghan, o Príncipe Philip , a Duquesa Kate Middleton , o Príncipe William e Zara Tindall entre alguns dos foliões. Dentre os mais de 800 convidados, destacam-se Richard Baker , Derek Blasberg , Cressida Bonas , James Blunt , Naomi Campbell , Jimmy Carr , Chelsy Davy , Cara Delevingne , Poppy Delevingne , David Emanuel , Tracey Emin , Julian Fellowes ,Stephen Fry , Geldof Pixie , Ellie Goulding , Kerzner Heather ,   Martin Ricky , Pippa Middleton , Middleton James , Demi Moore , Kate Moss , Liv Tyler , Holly Valance , Jack Whitehall e Robbie Williams .
Sarah Ferguson, princesa Beatrice, casamento real da princesa Eugenie
Steve Parsons / PA Wire
Beatrice, 30, e Thomas ajudaram como a dama de honra e padrinho. Prince George , 5, e Louis de Givenchy , 6, foram pageboys , enquanto a Princesa Charlotte , 3, Isla Philips, 6, Savannah Philips , 7, Mia Tindall , 4, Theodora Williams , 6, e Maud Windsor , 5, serviram como damas de honra. . Lady Louise Mountbatten-Windsor , 14 anos, e o visconde Severn , 10, atuaram como assistentes especiais.
Amaia Arrieta (da Amaia Kids) desenhou os uniformes dos vestidos das damas de honra e dos pajens, tomando o cuidado especial de incorporar a obra de Mark Bradford incluída na Ordem de Serviço.
Princesa charlotte, príncipe george, princesa eugenie casamento real
Steve Parsons / PA Wire
Enquanto o mundo assistia o dia feliz se desdobrar, o Príncipe Andrew escoltou sua filha pelo corredor enquanto o pianista Peter Roper-Curzon tocava "Pièce d'Orgue, BWV 572" de Johann Sebastian Bach . Em sua introdução, o reverendo observou que o casamento é "uma propriedade honrada, instituída pelo próprio Deus, significando para nós a união mística que está entre Cristo e sua Igreja". Se alguém desaprovasse, David acrescentou: "Deixe-o falar agora, ou então, para sempre, mantenha sua paz".
Felizmente, ninguém falou, e a cerimônia de casamento televisiva saiu sem problemas. Durante o próximo hino, Andrew, Eugenie, Jack e Thomas foram conduzidos através dos Portões de Quire. "Eu exijo e cobro a ambos, como vocês responderão no dia terrível do julgamento, quando os segredos de todos os corações serão revelados, que se algum de vocês conhece algum impedimento, por que vocês não podem estar legalmente unidos em matrimônio, vocês fazem agora confesse, "David continuou, falando diretamente com o casal. "Pois bem sabereis que todos os que estão juntos, a não ser que a palavra de Deus permita, não são unidos por Deus; nem o seu matrimônio é lícito."
Ao ver sua noiva, Jack disse a Eugenie: "Você está perfeita".
Príncipe William, Kate Middleton, casamento real da princesa Eugenie
Youtube
Em seguida vieram os votos - que Eugenie alterou omitindo a palavra "obedecer", uma tradição que a falecida princesa Diana iniciou (e Kate e Meghan seguiram). "Eu, Eugenie Victoria Helena, tomo Jack Christopher Stamp, para o meu marido, para ter e manter deste dia em diante, para melhor, para pior: para mais rico, para mais pobre; na doença e na saúde; para amar e para amem, até que a morte nos separe, de acordo com a santa lei de Deus ", disse Eugenie. "E para isso eu te dou minha fama."
Depois de uma bênção e troca dos anéis, Davi disse: "Por mais que Jack e Eugenie tenham consentido juntos no santo matrimônio, e tenham testemunhado o mesmo perante Deus e esta companhia, e para isto deram e prometeram a sua fé a outros, e declararam o mesmo dando e recebendo um anel, e juntando as mãos; eu digo que eles são homem e mulher juntos. " Andrea Bocelli então realizou "Ave Maria" com a orquestra, conduzida por Carlo Bernini . Em seguida, Charles Brooksbank fez a primeira leitura (Colossenses 3: 12-16), seguida por Beatrice, que leu uma passagem do livro de F. Scott Fitzgerald , The Great Gatsby .
Princesa Eugenie, Príncipe Andrew, Princesa Eugenie Casamento Real
Steve Parsons / PA Wire
O reverendo mais tarde disse que a passagem do Grande Gatsby foi selecionada, já que "imediatamente" fez Eugenie pensar em Jack. "É por isso que teve um lugar especial como nossa segunda leitura no serviço de casamento de hoje. As palavras que particularmente a lembraram de Jack se referiam ao sorriso de Gatsby."
Bocelli tocou ainda outra música, trazendo lágrimas aos olhos de muitas pessoas, seguidas por mais bênçãos e hinos. A cerimônia terminou com "God Save the Queen", seguida pela procissão dos recém-casados ​​enquanto Luke Bond tocava a exultante "Sinfonia Nº 1, Op. 14" de Louis Vierne .
Depois de sair da capela, Eugenie e Jack deram um beijo doce enquanto a multidão aplaudia.
Princesa Eugenie Casamento Real, Cerimônia
Danny Lawson / PA Wire
Em seguida, o casal entrou em um treinador do Estado Escocês, puxado por quatro cavalos Windsor Grey, para uma procissão de carruagem através de Windsor, que deve ser menor do que a de Harry e Meghan. Eles então seguirão para o Castelo de Windsor, onde a rainha está hospedando o café da manhã em sua homenagem. Mais tarde naquela noite, uma recepção privada será realizada no Windsor Park Lodge. Os hóspedes são convidados para uma segunda recepção casual no mesmo local no sábado, hospedada pelos pais de Eugenie.
Este foi o casamento dos sonhos de Eugenie - e com razão, com seu preço de US $ 3,5 milhões . Eugenie e Jack foram entrevistados pela ITV This Morning hospeda Eamonn Holmes e Ruth Langsford pouco antes de amarrar o nó, onde eles relembraram a reunião em uma viagem de esqui na Suíça. Quando Eugenie pôs os olhos nele, ela riu de seu "chapéu bobo", perguntando: "Quem é esse?" Então, ele "veio e apertou minha mão e eu estava todo cheio de borboletas e nervoso".
"Eu me lembro de ser como 'eu realmente gosto muito desse cara. Eu realmente quero que ele também goste de mim'", disse ela. "E então você me deu uma enorme onda de limpador de pára-brisa e foi isso: 'Certo. Ele gosta de mim'".
Princesa Eugenie, Jack Brooksbank, casamento real da princesa Eugenie
Fio PA
Eugenie reconheceu que tinha sido "estressante" para planejar seu casamento ", mas no final do dia", disse ela, "você começa a se casar com a pessoa que você ama. Olhando para seu noivo, ela riu e disse:" Você vai estar no final do corredor - e vou correr na sua direção! "
Jack assegurou aos anfitriões que sua noiva não seria uma "bridezilla" nos últimos 10 meses. "Eugenie tem sido incrível", o noivo jorrou. "Ela tem a capacidade de fazer um milhão de coisas ao mesmo tempo em seu cérebro, incluindo o trabalho, bem como organizar tudo a ver com o casamento."
Princesa Eugenie, dama de honra, princesa Eugenie casamento real
Fio Owen Humphreys / PA
Antes do casamento, Andrew brincou com This Morning : "Eu não fui pai da noiva, então não sei o que esperar!" Admitindo que ele tinha sido quase dispensado nos estágios de planejamento, ele observou: "Não faz qualquer diferença quem você é - todas as aprovações passam pela Rainha."
Depois de anunciar seu noivado em janeiro, eles também deram uma entrevista para Matt Baker da BBC 1 , onde Eugenie mostrou seu anel de noivado de safira rosa deslumbrante. Jack revelou que ele propôs durante uma viagem à Nicarágua, sem um anel, ele disse, "ele não queria fazer nada até que Eugenie tivesse assinado". Antes da proposta, no entanto, ele havia selecionado uma pedra de safira padparadscha. Quando eles voltaram para o Reino Unido, eles projetaram o anel juntos.
Beijo, princesa Eugenie, Jack Brooksbank, casamento real da princesa Eugenie
Yui Mok / PA Wire
Refletindo sobre a proposta, Eugenie disse: "O lago era tão bonito. A luz era apenas uma luz especial que eu nunca tinha visto. Na verdade, eu disse: 'Este é um momento incrível' e então ele fez a pergunta, o que foi realmente surpreendente , mesmo que estivéssemos juntos sete anos. Eu estava sobre a lua - uma surpresa completa ! Mas foi o momento perfeito. Não poderíamos estar mais felizes. "
"Foi incrível", Jack concordou. "Eu amo Eugenie tanto, e estamos muito felizes."

Compartilhe o post com os amigos
Blogger Widgets

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *