Slide

PUBLICIDADE 728X90

Chegamos a última matéria dessa jornada de dias cheios de programação e desfiles incríveis, mas para recompensar vocês, contarei os dois dias em um único post.

Inicio narrando o penúltimo dia desta viagem com um look super fashion e que fez sucesso pela sua combinação de cores.
Os tons de amarelos escolhidos ornam perfeitamente com o preto da saia e do cropped e uma a bolsa de verniz amarela da Petite Jolie.
Um café da amanhã bem saboroso.
O nosso encontro com Carlos Saad, o estilista que já foi/é responsável por figurinos de Luan Santana, Chimbinha, Sidney Magal e até Tim Maia fizeram/fazem parte da sua extensa clientela. 
O Carlos Saad acredita, que o emocional está totalmente ligado a maneira que nos vestimos. Um médico é responsável por equilibrar essa parte, disponibilizando o serviço completo.
Todos os modelos da Hobi Club são desenhadas pelo estilista Carlos Saad e confeccionadas na Itália.
Após anos dedicados construindo uma carreira na moda, colaborando com marcas como Giorgio Armani e Dolce&Gabbana, Thiago Mendonça faz a curadoria da marca dedicada às mulheres fortes e com estilo!
O encontro com a estilista baiana foi muito especial.
A loja conta com peças exclusivas e tem o foco nas mulheres que gostam de ser femininas no ambiente de trabalho.
Um brinde ao nosso encontro 👏
Ainda na Rua Oscar Freire, seguimos para loja Chilli Beans.
A marca de óculos e relógios é uma das melhores na linha.
Para este dia, eu usei um cropped de crochê colorido e camisa amarela com mangas morcego.
Saia preta com estampa de flores e sapato amarelo.
Ao lado do professor Marcos.
Para complementar o visual, optei por uma bolsa de verniz amarela.
Fomos ao Shopping JK. 
Um shopping muito fino, com grifes internacionais excelentes, restaurantes de ótimo nível, cafés, fast food e cinema maravilhoso.
Vitrine da Gucci com looks jeans e detalhes em laranja.
Decoração de Natal simples, porém refinada.
 
A famosa Tiffany & Co. em clima de Natal. Ela é uma loja de jóias, que tem a caixinha azul como sua maior estrela.
Loja da Dolce & Gabbana. A vitrine estava lindíssima com flores rosas e muita renda.
Vitrine da loja Schutz. Seus sapatos eram muito coloridos para combinar com o Verão.
Agora começa o último dia em São Paulo.
Neste meu look, usei um vestido midi com estampa de tucano e listras em preto e branco. Jaqueta de couro preta e sapato preto.
Domingo não poderia faltar uma visita a Avenida Paulista, uma passeio pelas lojas e sua incrível atmosfera turística. 
Retrato na Paulista 😄
Pegamos um metrô para atravessar a paulista e facilitar a nossa ida ao Japan House.
A moda contemporânea do Japão é a nova faceta a ser revelada pela JAPAN HOUSE São Paulo, que embarca no mundo fashion com a exposição A LIGHT UN LIGHT.



Com a proposta de despertar o público para o vestuário do futuro, a mostra apresenta itens criados pelo designer japonês Kunihiko Morinaga que, em uma combinação perfeita entre alta tecnologia e inspirações em elementos simples ou pequenos detalhes, surpreende pela inovação em suas criações.



 
O fascínio declarado de Morinaga pelo brilho da luz, reforça este importante viés do seu trabalho. “No mercado da moda, a luz é considerada um detrimento à roupa; é a causa de descoloração e deterioração. Para esse projeto, investiguei minuciosamente a mistura entre a luz e o tecido. Como resultado, vi a valorização do design e a beleza fenomenal que existe entre os dois”, conta. As últimas coleções da marca (2011-2018) apropriaram-se de tecnologias como o corante fotocrômico, a retro reflexão e a realidade aumentada, como novas maneiras de aprimorar a experiência cotidiana da moda.


Mais do que apenas uma exibição das suas obras e de seus experimentos, a intenção da mostra é abordar uma nova percepção da realidade por meio das peças. A partir do nome da marca que é uma combinação dos termos UN (irreal), REAL (real) e AGE (idade) em inglês, o estilista convida o público a reinterpretar o conceito de inovação: em vez de simplesmente fazer roupas novas, o trabalho da marca pensa o fazer roupas de formas diferentes.

“A inovação presente no trabalho de Morinaga é algo surpreendente, seja pelo ponto de vista fashion ou da tecnologia. Observamos uma moda de extrema sofisticação técnica e estética, permeada pela delicadeza e perfeição tipicamente japonesa. Simultaneamente, percebemos como os avanços tecnológicos são incorporados em cada coleção, gerando peças extremamente arrojadas e originais, porém perfeitamente utilizáveis. Reunir todos esses elementos nesta exposição reforça, ainda mais, a nossa missão em apresentar múltiplas perspectivas do Japão contemporâneo ”, declara Natasha Barzaghi Geenen, Diretora Cultural da JAPAN HOUSE São Paulo.


Fundada em 2003, ANREALAGE estreou na Paris Fashion Week em 2014, com a coleção Shadow. Já os projetos mais atuais de Morinaga incluem a criação de um relógio para a marca suíça RADO, parceria com a Kaleidoscope Collection, com a fabricante de calçados ASICS, além de colaborações constantes com a Apple, Panasonic, BMW, Sony, Google e Amazon. A LIGHT UN LIGHT é uma exposição organizada e realizada pela JAPAN HOUSE São Paulo, ANREALAGE e PARCO CO. LTD. O design interativo é da Rhizomatiks Research, a direção sonora da NF e o patrocínio da First Penguin.

Uma das instalações da Japan House é uma sala com muitos espelhos, uma experiência muito curiosa. 
A Pop-Up Store busca proporcionar uma experiência completa e exclusiva ao apresentar sua filosofia, que se manifesta em práticos processos de fabricação, resultando em produtos básicos e funcionais. A marca evidencia um estilo de consumo simples e racional, norteado pela austeridade e discrição, peculiares a cultura nipônica.
Fundada no Japão em 1980, a Mujirushi Ryohin, MUJI em japonês, se traduz como “artigos de qualidade sem marca” e oferece uma ampla variedade de produtos de qualidade, incluindo bens de consumo, vestuário e alimentos. Baseia-se em três princípios fundamentais desde sua fundação: Seleção de materiais; Simplificação de processos e de embalagens. Os produtos da MUJI são criados por um processo de fabricação extremamente racional, são sucintos e privilegiam a simplicidade e o vazio, englobando os sentimentos e pensamentos de todas as pessoas.

Para combinar com a estampa animal, tirei essas fotos na frente de uma plantação de bambu.
A jaqueta de couro dá um toque a mais ao visual.
 
Posando no meio da famosa Avenida Paulista.
Uma das famosas obras de Kobra Street na paulista.
Último almoço em São Paulo com os professores e a turma.






Um almoço paulistano com muito alho, muito saboroso.
Domingo na Paulista é um lugar que reúne cultura e diversidade. Varias feiras são montadas, como está bem retrô.
Peças retrôs com muita história.
Óculos de marcas como Céline, Fendi e Gucci em um brecho.
Visitamos Centro Cultural FIESP   a exposição:  "Rafael e a Definição da beleza – Da Divina proporção à graça". 

É isso...acabou!! Voltamos para o hotel para o Check out e enquanto esperávamos o tranfer de ida para o aeroporto. 


Jantei ao lado de Alexandre, batendo um bate-papo sobre a viagem.
Já sentindo saudade dessa viagem acadêmica.
Nos últimos minutos antes do embarque.


Desde de o começo dessa série de matérias contei todos os detalhes, e espero ter conseguido contar e descrever sobre a realidade, da moda em uma grande capital, como São Paulo, onde tudo acontece. Não é uma despedida e com certeza não é a última vez que veremos São Paulo. Agradeço a todos que se envolveram e principalmente aos meus pais, pela oportunidade. Aos professores, que foram incríveis nessa jornada.
Obrigada as nossas queridas leitoras e parceiras, por acompanharem 💖 


Super Beijos!!! 💋





Compartilhe o post com os amigos
Blogger Widgets

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *