Slide

PUBLICIDADE 728X90

 

O vestido usado por Lady Di no casamento com o príncipe Charles, há quase 40 anos, será destaque de uma exposição feita pelo Palácio de Kensington, em Londres. A mostra começa no dia 3 de junho e vai até 22 de janeiro de 2022. Em julho deste ano, a princesa Diana, que morreu em um acidente de carro em Paris, em agosto de 1997, completaria 60 anos.  

O casamento entre a jovem Diana Spencer e o futuro (e ainda futuro) rei da Inglaterra aconteceu em 1981, na Catedral de St. Paul, em Londres. Apesar de o vestido não ter trazido tanta sorte ao casal, que se separou uma década mais tarde, o modelo inspirou uma geração de vestidos de noiva. 


 “Nossa exposição de verão no Palácio de Kensington irá destacar alguns dos maiores talentos do design britânico, cujo trabalho foi fundamental para moldar a identidade visual da família real ao longo do século vinte”, disse Matthew Storey, curador da exposição.   
 Para a People, Elizabeth afirmou que a exposição será um belo reencontro. “Eu estava olhando as imagens de novo hoje e não posso acreditar quantas lantejoulas costuramos no vestido.  Esta vai ser uma exposição maravilhosa”, comentou sobre a peça, que tem um decote redondo, mangas bufantes volumosas e uma cauda cravejada de paetês.

Assinado pelo casal de estilistas David e Elizabeth Emanuel, ele tem cerca de 10 mil pérolas pregadas em babados, lantejoulas e um véu de 153 metros.  Em celebração ao 60º aniversário de Lady Diana, o Palácio de Kensington irá erguer uma estátua da falecida princesa. Seus filhos, o príncipe Harry e o príncipe William, são esperados para a cerimônia de inauguração.


 10 curiosidades que você não sabia sobre o vestido de noiva da Princesa Diana

 Foi desenhado por David e Elizabeth Emanuel  
Hoje todo o processo para decidir qual será a poderosa marca que irá desenhar um vestido de noiva da realeza pode parecer realmente exaustivo, mas para Diana essa situação foi bem simples. Em entrevista para a Tatler David Emanuel revelou que Lady Di ligou para a empresa e marcou um horário, como qualquer cliente. 


 Diana não quebrou as regras da realeza
  É possível que você já tenha ouvido falar sobre a tradição para um casamento de sorte na qual as noivas precisam usar “algo antigo, algo novo, algo emprestado e algo azul”. Diana seguiu essas regras no dia da cerimônia, usando como algo antigo um pedaço de renda que pertenceu à rainha Mary, algo novo como seu vestido, algo emprestado como a tiara de sua família, Spencer. Para ter algo azul em seu visual, no interior de seu vestido tinha um laço azul.

 Havia um amuleto da sorte no vestido  
Dentro do vestido havia uma ferradura de ouro 18k como um amuleto de sorte para o casal.  

Detalhes guardados em cofre 
 Não há dúvidas de que o vestido de Diana causaria uma grande curiosidade da mídia e, ao ser anunciado que David e Elizabeth Emanuel seriam os designers para o grande dia, medidas de proteção precisaram ser tomadas para que detalhes da peça não fossem descobertos e toda a surpresa fosse arruinada. Então os estilistas precisaram colocar um cofre para guardar amostras de tecidos e desenhos. “Parece um pouco exagerado, mas realmente parecia que as pessoas iriam fazer qualquer coisa para descobrir como era o vestido” contou Elizabeth ao MetDaan.

 O vestido estava manchado 
 Acidentes acontecem com qualquer um, não é? E aparentemente o vestido estava com uma mancha! No livro “Diana: The Portrait” sua maquiadora, Barbara Daly, revelou que ela havia derramado sem querer perfume no vestido.  

Um véu enorme  
Não dá para negar que o vestido traduziu a extravagância das noivas nos anos 80, com mangas bufantes e muito tecido. Mas o seu véu, sem dúvidas, ganhou destaque na produção. Isso porque ele tinha 153 metros! 


 O vestido mal cabia na carruagem
Com um vestido tão extravagante ficou difícil transportar Diana até a Catedral St. Paul's. O resultado disso é que, de acordo com Elizabeth em entrevista ao Daily Mail, a peça precisou ser dobrada diversas vezes para que a noiva fosse até o local do casamento.

 A peça foi costurada com Diana dentro  
Lady Di perdeu muito peso antes de seu casamento o que fez com que o vestido precisasse ser costurado com ela dentro. Já imaginou?  

Um guarda-chuva combinando foi criado 
 E se chovesse no grande dia? Diana precisaria ter um guarda-chuva perfeito para se proteger e, os designers se certificaram disso! Em entrevista para o Daily Mail Elizabeth Emanuel revelou que a peça era enfeitada com o mesmo tecido que o vestido, além de pérolas e lantejoulas.  

 Os sapatos também foram sob medida
 Para um grande evento como um casamento real, nada mais natural do que ter todas as peças bem elaboradas e pensadas especialmente para a ocasião. Os sapatos de Lady Di não seriam diferentes! Segundo o Daily Mail, os calçados levaram 6 meses para serem produzidos e, claro, eles foram poderosos! Com 132 pérolas e 542 lantejoulas, o calçado ficou para a história!

 Batizada de "Royal Style in the Making", a exposição examinará a relação entre designers e os clientes reais. A exposição também apresentará um raro toile que sobreviveu ao vestido de coroação de 1937 de Elizabeth, a mãe da rainha e consorte do rei George VI. As escolhas de moda de Diana foram avidamente observadas por fãs e pela mídia durante e depois de seu casamento com Charles – seu vestido de noiva elaborado impressionou os fãs da realeza britânica em 1981. Algumas de suas roupas foram colocados em leilão, incluindo um vestido de baile estilo Disney que também foi feito pelos Emanuels, seus estilistas favoritos.
Beijos no coração! 💖💖💖💖
 Da Editora, Colunista e Jornalista Noeli de Carvalho e Silva 
Pesquisa e imagens Modelo e Designer de Moda Iana de Carvalho Silva


Compartilhe o post com os amigos

Comente pelo Facebook!

Comente pelo Blog!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *