Slide

PUBLICIDADE 728X90

Tecidos roxos citados na Bíblia são encontrados pela primeira vez em Israel

Fragmentos de 3.000 anos atrás datam da época dos reinados de Davi e Salomão. Na Antiguidade, vestes púrpuras eram associadas à nobreza e aos sacerdotes.


Tecidos roxos citados na Bíblia foram encontrados no Vale do Timna, no sul de Israel, um reflexo da riqueza dos habitantes da região durante os reinados de Davi e Salomão.



Os pedaços tingidos de roxo foram descobertos em escavações arqueológicas em Timna, um antigo centro de produção de cobre, informou a Autoridade de Antiguidades de Israel (AIA), em um comunicado conjunto com as universidades de Tel Aviv e Bar Ilan.

"É a primeira vez que tecidos tingidos de roxo e da Idade do Ferro são descobertos em Israel e no Levante" mediterrâneo, segundo o comunicado.

A datação por radiocarbono permite estabelecer que as fibras são de cerca de 1.000 anos antes de nossa era, ou seja, da época do reinado de Davi e Salomão segundo a Bíblia, diz o texto.


"Na Antiguidade, as vestimentas roxas eram associadas à nobreza, aos sacerdotes e, é claro, à realeza", explica Naama Sukenik, curadora da AIA.


"A magnífica tonalidade violeta, o fato de não desbotar e a dificuldade de produção deste corante, que se encontra em diminutas quantidades nos corpos de pequenos moluscos" tornam o púrpura real uma cor de prestígio que "costumava ser mais cara que o ouro", destaca a pesquisadora.

Até agora, apenas conchas de moluscos e cerâmicas com manchas roxas haviam sido descobertas, o que indicava a existência da indústria de corante roxo.



"Esta é a primeira vez que temos evidências diretas de tecidos tingidos e preservados por 3.000 anos", insiste Sukenik.

Para o professor Erez Ben-Yosef, do Departamento de Arqueologia da Universidade de Tel Aviv, esses achados permitem aprofundar o conhecimento sobre o reino de Edom, povoado por tribos nômades, no limite sul do reino de Israel.

"As novas descobertas reforçam nossa hipótese de que havia uma elite em Timna, mostrando que se tratava de uma sociedade estratificada", disse.


Superação: filha de funcionária doméstica, modelo brasileira desfila para a Chanel

Raynara Negrine realizou um grande sonho ao estrear nas passarelas internacionais, em contrato assinado com a grife francesa de luxo



O singular edifício Grand Palais, situado em Paris, é palco dos desfiles da Chanel desde 2005. Nesta semana, ele voltou à tona com a apresentação comandada pela diretora criativa Virginie Viard, para a coleção de primavera/verão 2021 da grife, um dos destaques da Semana de Alta-Costura. Na ocasião, um momento especial chamou a atenção: a estreia da modelo brasileira Raynara Negrine na temporada internacional.



Nos últimos anos, a localização privilegiada hospedou cenários deslumbrantes idealizados por Karl Lagerfeld. Entre eles, alguns que representaram mercado, restaurante e foguete. Até mesmo a ponta de um iceberg importado da Noruega já foi usada nos shows da Chanel.

Na terça-feira (26/1), a apresentação englobou um pequeno cortejo com arcos de flores, decks de madeira e pétalas sob o chão. Em clima intimista, o espaço simbolizou uma festa de casamento ou uma celebração em família. Ao contrário dos grandes desfiles orquestrados pela Chanel, as cadeiras foram ocupadas por algumas modelos, mas os 77 mil m² do Grand Palais também deram espaço a outro protagonista, o sonho da modelo Raynara Negrine.


Chanel desfilou sua coleção de alta-costura de primavera/verão 2021 nessa terça-feira (26/1). Neste look já com as novas tendências Chanel trás volume e cor ao look com um corte diferente no blazer. 


Com 1,80cm de altura e passadas largas, a brasileira atraiu os holofotes. Além de apresentar peças da coleção em clima leve, a modelo carregou mais do que o DNA da Chanel em alfaiataria decorada com babados. Filha de faxineira, Raynara deu um show de sucesso e talento.


Aos 17 anos, a capixaba representa o novo rosto brasileiro que está despontando no mercado da moda internacional. De origem humilde, a modelo superou desafios e, com talento, tem driblado as dificuldades que surgem em sua trajetória.

Movida por suas metas, Raynara atualiza o portfólio com carimbo internacional ao riscar pela primeira vez a temporada de desfiles internacionais. Por lá, também conquistou um contrato de exclusividade com a poderosa grife europeia.  


Na passarela da Chanel, a modelo também esteve ao lado da brasileira Anita Pozzo. “Esta é minha primeira temporada internacional, e eu fico muito honrada por poder representar o Brasil em um desfile tão importante. Espero que venham muitas outras conquistas!”, disse a capixaba.

No Brasil, Raynara é representada pela agência JOY Model. A empresa é a responsável pela revelação da new face, que já foi recordista de desfiles em edições do São Paulo Fashion Week.



Filha de Heidi Klum surpreende ao entrar para o mundo da moda

Aos 16 anos, Leni Klum já é uma grande promessa na indústria


Está no sangue! Estamos acompanhando cada vez mais o movimento das filhas das grandes modelos seguirem os passos das mães e criarem carreiras de sucesso na indústria da moda. Após nomes como Kaia Gerber, Lila Moss e Lily-Rose Depp ganharem destaque no ramo, dominando campanhas e fashion weeks, chegou a vez de Leni Klum, filha de Heidi Klum, iniciar sua trajetória no ramo e fechar seus primeiros contratos.

 


A jovem de 16 anos já está ganhando os holofotes da indústria e, após desfilar na Berlim Fashion Week, aparecendo nas passarelas de alguns dos maiores nomes da moda alemã, bem como estampar a capa de uma revista do ramo ao lado de sua mãe, Leni está aparecendo em outra publicação no ramo, a Hunter Magazine.



“Era apenas uma questão de tempo até que eu tentasse me tornar modelo”, revela Leni em entrevista para a Vogue Alemã. “A primeira oferta veio quando eu tinha apenas 12 ou 13 anos, de uma marca que gostava de usar: Brandy Melville. Naquela época eu implorei à minha mãe, mas sem chance. Agora entendo que seria muito cedo.”

 

Hoje sua mãe concorda com sua carreira. Em entrevista para o Page Six, Heidi fala: “ela é grande o suficiente agora. Sempre pensei que ela era muito nova. Sempre decidimos manter as crianças fora da esfera pública. Mas ela já dirige agora, tem 16 anos, por isso penso que, se ela pode fazer isso, também pode ser modelo agora se é isso que ela quer fazer”.




Dois ícones da posse de Joe Biden assinam contrato com agência de modelos

Prepare-se para ver muito mais de Amanda Gorman e Ella Emhoff




Da política à moda! Muitos acreditam que os dois ramos não podem se interligar, mas cada vez mais a indústria fashion mostra que está acompanhando os passos dos grandes eventos políticos e compreendendo suas transformações. E se, ao longo da história, grupos de contracultura e silhuetas diferentes eram os detalhes que uniam os dois universos, após a posse de Joe Biden eles se estreitaram ainda mais. 

 

Isso porque, menos de 10 dias depois do evento, dois ícones que apareceram no palco da celebração, Amanda Gorman e Ella Emhoff, assinaram um contrato com uma das maiores agências de modelo da atualidade, a IMG Models.


Amanda dominou os palcos ao ler seu poema, "The Hill We Climb", se tornando a poetisa mais jovem a participar de uma cerimônia de posse presidencial do país. Sua paixão e seus versos ganharam destaque mundial, bem como seu look Prada em cores quentes e intensas - segundo o The Guardian a busca pelo termo “casaco amarelo” teve um aumento de 1.328% após sua aparição. Agora ela está prestes a ingressar na carreira de modelo.  

 

A agência que representa nomes como Gisele Bündchen, Gigi e Bella Hadid, Karlie Kloss e Hailey Bieber encontrou na cerimônia também outro nome poderoso para se juntar ao seu time: a enteada de Kamala Harris, Ella. A jovem de 21 anos, assim como Gorman, ganhou destaque pelo seu visual fashionista - na ocasião ela optou por um sobretudo Miu Miu. 





Ella comunica este momento no tempo. Ela exala um ar atrevido e uma alegria”, revelou Ivan Bart, presidente da IMG Models para o Daily Mail.

 

“Fiquei muito surpresa quando tudo isso com a IMG estava acontecendo porque, quando eu era mais jovem, eu nunca vi isso como parte da minha história”, revela Emhoff à Times. “Como alguém que, como muitas garotas por aí, tinha problemas de autoconfiança, é intimidante e assustador entrar neste mundo que é hiper focado em você e no corpo”.




Links REF.: 


1- https://www.google.com.br/amp/s/www.metropoles.com/colunas-blogs/ilca-maria-estevao/superacao-filha-de-funcionaria-domestica-modelo-brasileira-desfila-para-a-chanel%3famp

2- 

https://www.google.com.br/amp/s/g1.globo.com/google/amp/mundo/noticia/2021/01/30/tecidos-roxos-citados-na-biblia-sao-encontrados-pela-primeira-vez-em-israel.ghtml

3-

https://www.revistalofficiel.com.br/moda/filha-de-heidi-klum-surpreende-ao-entrar-para-o-mundo-da-moda


4- 

https://www.revistalofficiel.com.br/pop-culture/dois-icones-da-posse-de-joe-biden-assinam-contrato-com-agencia-de-modelos


Compartilhe o post com os amigos

Comente pelo Facebook!

Comente pelo Blog!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *