Slide

PUBLICIDADE 728X90

VAMOS UNIR FORÇAS

PARA ENTRAR NA

ERA DE AQUÁRIO 


A luz de Aquário vai 

chegar, para desfazer as 

trevas, que tentaram

impedir, a expansão da luz

A conjunção de Júpiter e 

Saturno farão a diferença 

atraindo luzes, que 

começarão a se espargir 

quebrando cadeias tortuosas. 

Não deixemos, que o bem

em plenitude latente em

nós, continue adormecido!! 

A luz universal do

branco, do rosa, da 

chama lilás entrarão de

vez, na aura da

humanidade, para deixar 

o mundo melhor, mais 

equânime, harmônico e

diferente, do que tem

sido até agora, curando e 

deixando para trás, 

chagas destruidoras 

da humanidade. 

Com um só pensamento, 

focado e direcionado para

mentalizações, preces, 

reflexões, meditação e 

correntes positivas de

muito amor e esperança, 

conclamemos uns aos outros, 

para esta transformação

redentora, tornando 

a Entrada na Era de Aquário

neste próximo dia 21/12/20, 

um grande Acontecimento 

Social e Mundial totalmente 

LIBERTADOR e IRRESISTÍVEL!!


Noeli de Carvalho


ERA AQUÁRIO ♒️ 

O ano de 2020 trouxe um novo aapreendizado, a moda agora não é só falar de moda, mas sim se vestir de energias boas e renovadas.  Vocês já devem ter ouvido falar sobre a Grande Conjunção que acontecerá agora dia 21 de dezembro, o fenômeno do século. Assunto tão comentado entre astrólogos e místicos. Muito tem se falado sobre ela, pois de fato é rara e notável. É importante para o público leigo, que não estuda astrologia nem cabala, entender a importância do conhecimento astrológico pois ele é uma ferramenta para todos.

A astrologia é precisa, uma ciência exata. Segundo a cabala, quando falamos de previsões, não se trata de prever o que vai acontecer, mas, sim, que tipo de energia virá. O que será feito com essa energia depende do livre arbítrio de cada um.Imagine nossa galáxia como uma grande elipse dividida em 12 fatias; essas 12 fatias são cada uma os 12 signos do Zodíaco. E o ponto vernal é para onde o Sol está apontando na elipse celeste no momento que o Sol chega no primeiro signo do zodíaco, Áries, marcando o ano novo astrológico e Equinócio de Primavera no Hemisferio Norte e de Outono aqui no Hemisfério Sul. Ou seja, no momento em que o Sol chega a 0º de Áries, o ponto vernal está apontando para uma determinada fatia do Céu, isto é, para um dos doze signos zodiacais, dando o nome do signo à Era atual.

Saturno e Júpiter entram em conjunção a cada 20 anos. Mas a cada 200 anos, mais ou menos, ela troca o grupo de signos. Então, passando por todos os elementos (ar, água, fogo e terra) são quase 800 anos.

Esse 21 de dezembro de 2020 será exatamente quando termina esse ciclo, e começamos de novo, com o encontro de Júpiter e Saturno a zero grau em aquário, um signo de ar. Isso não acontece há 800 anos. O signo de ar representa o ilimitado, onde o impossível se torna possível. Essa será a energia de 2021. O encontro desses planetas gigantes a zero grau, representa o começo de uma nova era, algo totalmente novo, como se estivéssemos apertando o botão de reset na humanidade. É como se a Era de Aquário estivesse de uma vez por todas entrando em sua atividade máxima, agora.


Portanto, estamos em plena transição da Era de Peixes para Aquário. Ainda vivemos de acordo com os padrões da Era de Peixes, mas já mesclados com os aprendizados e desafios da próxima Era.

Grandes símbolos costumam marcar a vigência de cada Era. Por exemplo: durante a Era de Touro (aproximadamente, entre 4000 e 2000 anos antes de Cristo), o touro foi adorado no Egito. Foi nesta Era que surgiram as religiões ligadas à terra, e que o ser humano começou a se estabelecer com o desenvolvimento da agricultura, deixando de ser nômade.


Na Era seguinte, Áries, o cordeiro surgiu em diversas manifestações religiosas. Fui um tempo caracterizado por guerras, disputas e pelo surgimento de deuses mais masculinos (Áries é um signo de polaridade masculina), em oposição às deusas que predominavam até então. O Budismo surgiu no oriente como contraponto relacionado ao signo de Libra (oposto à Áries) e o famoso “caminho do meio”.

Jesus Cristo é o grande avatar que marca a transição para a Era de Peixes, o peixe se tornou o símbolo do Cristianismo. Jesus é o pescador de homens, aquele que caminhava sobre as águas. Vivenciamos mais de perto as vibrações piscianas de compaixão, contemplação e doação. As cruzadas (guerras santas), o sacrifício, a expiação, o poder da Igreja Católica, a manipulação religiosa com a ameaça de queimarmos eternamente no fogo do inferno, o fervor religioso, a necessidade de redenção, salvação, superação da matéria e devoção a um ideal também são temas inerentes ao signo de Peixes.


O signo de Virgem (oposto a Peixes) também se manifesta nesta Era como contraposição, com o desenvolvimento da ciência, o racionalismo excessivo, o ceticismo, a manipulação e a intervenção no ambiente físico, o estilo de vida desvinculado de ritmos naturais, o endeusamento do trabalho e da vida produtiva em excesso (gerando doenças físicas e psicológicas). Em compensação, hoje temos inúmeros confortos e facilidades graças ao interesse virginiano por soluções práticas.



ERA DE AQUÁRIO


Para aqueles que pensam negativo será bem difícil, mas para aqueles com um pensamento positivo e espiritual, essa energia se manifestará de forma incrível e inimaginável. Podemos esperar o comprometimento com causas, e questões que trazem uma mudança global. A ascensão das minorias, dos direitos do humanos e igualitários. Sistemas que funcionavam até hoje não funcionam mais, pois, na realidade, eles nunca funcionaram. O poder estará cada vez mais na mão do povo, a hierarquia não terá mais tanto significado, mas é preciso se educar para que as decisões tomadas beneficiem a todos, cuidado para não se tornar um rebelde sem causa.


Será preciso acessar a poderosa e inteligente versão da nossa alma para não entrarmos em uma anarquia. Para isso será essencial o entendimento do valor individual de cada um e a importância dessa singularidade num todo, para um bem comum. Como cada ser individualmente impacta no todo. Nessa nova era, a consciência será a nova riqueza.

A humanidade deve dar um salto evolutivo, aprender a viver em colaboração. Cresce o desejo de sermos mais tolerantes e abertos, de nos libertarmos de velhos condicionamentos que nos acompanham há milênios, de vivermos plenamente os ideais aquarianos de LIBERDADE, IGUALDADE E FRATERNIDADE. 

Beijos no Coração 💖
 Editora, Colunista e Jornalista de Moda 

Noeli de Carvalho e Silva 


Referências: Vogue, OTEMPO, BAZZAR 



Compartilhe o post com os amigos

Comente pelo Facebook!

Comente pelo Blog!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *