Slide

PUBLICIDADE 728X90

A pandemia da covid-19 tem afetado o mundo, e quem vai se casar não foi poupado. Os profissionais do mercado enfrentam o desafio de gerir equipes e clientes neste momento de crise, mantendo os olhos no futuro e não cruzando os braços, porque o sonho não pode ser cancelado!
Não sendo possível a realização do casamento, o conselho é adiar. E o que não conseguimos celebrar hoje, festejaremos amanhã, com mais e energia e ainda maior intensidade, com muito mais motivos para celebrar.
É claro que, do lado dos noivos, e ao nível emocional, o impacto foi brutal. Tanto trabalho e dedicação a pormenores, tantos planos e sonhos idealizados, o vestido de noiva já pendurado e de repente… é preciso adiar o tão esperado dia feliz!
Enquanto muitos casamentos foram cancelados devido à pandemia do novo coronavírus, alguns casais preferiram não alterar a data. A solução? Fazer um cerimônia virtual.
Foi o caso do estilista Dudu Bertholini e do artista Gama Higai, que armaram um evento digital que não deixou nada a desejar para um físico – muitos convidados, shows e performance, decoração, troca de alianças e até jogada de buquê fizeram parte do casório no último domingo (24.05). 
Já morando juntos e em quarentena, o casal, que ia completar um ano de namoro na segunda-feira (25.05), já pensava em oficializar a união nesta data simbólica, que acabou tendo ainda mais significados. "Descobrimos que espiritualmente é superforte, porque era a lua nova do signo de gêmeos, que na Kabbalah é muito importante, e também era dia de Santa Sara Kali, que eu sou devoto. Tudo isso fez com que a gente mantivesse a data", diz Dudu. Foi assim que surgiu a ideia do casamento, por meio do Zoom, aplicativo de chamadas em vídeo que tem sido amplamente usado neste período de distanciamento.
Tudo foi preparado, basicamente, em uma semana, e sem ninguém entrar no apartamento do casal, em São Paulo. O cenário contou com uma tenda armada a partir de um lençol e tecidos antigos pela cenógrafa Carla Machado, que está passando a quarentena com eles. O florista Rico Prado Lobo criou arranjos de flores especiais e enviou via delivery. E os convites foram disparados via WhatsApp e Facebook cerca de dois dias antes de cerimônia. "Mas alguns acabaram não chegando. Como tudo foi de forma muito espontânea, começamos a mandar só na quinta à noite."
Eles fizeram um roteiro para o grande dia para que tudo ocorresse de forma organizada e fizeram um ensaio técnico na véspera. "Foi um desafio, mas muito gostoso", conta. Neste processo, quem o ajudou foi o escritor e ativista André Carvalhal, um dos seus cerimonalistas. "Montamos um roteiro que intercalava a fala dos nossos pais, dos nossos padrinhos, da liturgia, dos nossos amigos... O André ficou responsável por editar as pessoas na tela para cada uma ir falando, quase como um vídeoclipe", diz. "Só que quando os amigos falavam espontaneamente ou alguém entrava e não percebia que o microfone estava ligado, era muito legal!"
Com cerca de 200 convidados na sala, a cerimônia foi seguida por uma festa com set da DJ Rosana Rodini, música da cantora Luiza Lian e da drag queen Ivana Wonder – só para citar algumas das atrações – e pirotecnia de Amber Joy, que abriu o evento. Tiveram também os pajens e daminhas "entregando" as alianças que eles mesmos criaram, e o momento de jogar o buquê. Uma amiga do casal recebeu exatamente o mesmo que eles, então quando eles jogaram, era como se ela tivevesse pego. "Ficou perfeito na edição!"
Este não foi o único casamento que chamou atenção na quarentena. A jornalista americana Elaine Welteroth, ex-editora da Teen Vogue, também decidiu fazer um evento virtual para dizer sim ao músico Jonathan Singletary, seu amigo de infância. Noiva há três anos e meio, ela não quis mudar a data da celebração, que aconteceu no dia 10 de maio, mas teve que adaptar a programação. Em vez da Califórnia, a cerimônia foi feita na escadaria da sua casa no Brooklyn, em Nova York, e os convidados foram avisados de que os noivos fariam uma cerimônia virtual na quarentena. “Na minha cabeça, vi os rostos das pessoas que amamos de longe nos cercando nas telas do iPhone e um pequeno grupo de amigos de branco, alinhados na calçada com luvas e máscaras", contou à Vogue americana. 

Os vizinhos foram convidados a participar da comemoração de suas varandas, e 200 familiares e amigos entraram via Zoom. Só um pequeno grupo compareceu pessoalmente (incluindo a modelo Karlie Kloss e a atriz Lupita Nyong'o), mas com todas as medidas de segurança, usando máscara e luvas. "Inclusive mantendo um metro e meio de distância – eu até criei um gráfico social de distanciamento e escrevi os nomes dos convidados na calçada em giz para garantir essa distância." 

Ela fez sua própria maquiagem e usou um vestido que já tinha no armário. O dress code para os convidados era todo branco e, como seria via aplicativo, da cintura para cima. 
Se alguém pensa que à distância a emoção é menor, Dudu garante que não. "Não imaginávamos um décimo do que foi, o afeto, a emoção, e não só pra nós, mas para todos. Foi uma choradeira!" Se antes ele pensava em fazer uma festa física, hoje acha que vai ser difícil superar a virtual. "Para ser melhor, vai ter que ser muito boa!"

Impedida de ir ao casamento civil da filha, a modelo Monique Evans surgiu muito emocionada nas redes sociais na noite desta sexta-feira, 29. Em uma série de vídeos, ela comemorou o casamento de Bárbara Evans e Gustavo Theodoro.
Os dois oficializaram a união civil em um haras da família do noivo. Só estiveram presentes as testemunhas: todos os convidados acompanharam a cerimônia por chamada de vídeo.
"Hoje foi o casamento civil da minha filha. Foi perfeito! Me emocionei do início ao fim. Ao som de música ao violino, entraram numa capelinha toda florida, onde entre declarações de amor, selaram o matrimônio. Assistimos tudo por uma live, que deve estar nos stories dela, pra quem quiser assistir e se emocionar", disse ela.
Monique também explicou que o casal decidiu o formato da cerimônia desta forma para que ninguém corresse qualquer risco.

"A distância foi necessária por causa da pandemia de coronavírus. Mas foi como se estivéssemos lá. Eles mudaram a data da festa e do casamento religioso para 2021. Muitos estiveram na live e participaram desse sonho realizado. Agora estou segura de que minha filha e o Gu , serão muito felizes e me darão muitos netos. Meu coração está transbordando de alegria!", declarou ela.
Bárbara Evans e Gustavo Theodoro ainda vão subir ao altar em uma cerimônia religiosa que será agendada para o próximo ano.
PONTO DE VISTA:

Casar ou não casar? Oh dúvida cruel! Quantos casais não ficaram se perguntando isso diante, dessa pandemia? Embora não seja a hora mais propícia, pra realizar este sonho, alguns casais estão se adaptando a essa nova situação mundial, procurando no entanto, se cercar de todos os cuidados, a fim de que não se surpreendam ou surpreendam os seus convidados, diante do Covid-19. 
Na hora da escolha de por realizar  um casamento virtual, deve ser levado em consideração, o fator risco, pois a responsabilidade é muito grande, em se tratando de lidar ou reunir familiares e amigos, que necessariamente deve integrar este evento a distância, por vídeo-chamada, ajudando a tornar este momento tão inusitado, uma experiência exitosa, apesar de todas as suas contraindicações. 








Compartilhe o post com os amigos

Comente pelo Facebook!

Comente pelo Blog!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *