Slide

PUBLICIDADE 728X90



mulheres que florescem na Valentino / Reprodução
MULHERES QUE FLORESCEM NA VALENTINO / REPRODUÇÃO

Como a marca explica a coleção
“Tudo gira, gira, evolui, repete e floresce. O vocabulário, não a linguagem, da Alta Costura muda. Fala de corpos de solenidade inata para celebrar um tipo específico e absoluto de beleza. Um vocabulário em que o próprio corpo se torna cor, que treme e dialoga com as cores. O repertório da couture clássica, feito de babados, franjas, volumes e flores, é transformado por uma corporeidade presente, hierática e nobre. Movido por uma fusão entre fantasia e realidade.
Sinestesia emocional, maravilha de olhares e sensações. Matizes sem peso que se expandem e vibram. Tecidos leves que liberam e fluem. Alta Costura Metamórfica: leve e iridescente como uma botão que floresce. Pétalas, corolas, coroas, flores florescem e se espalham por toda parte, tocando o corpo, fixando-se nos olhos.”
É uma narrativa mais livre e poética, porém o suficiente para entender a beleza extraordinária que vimos no desfile. Mulheres flores, mulheres pétalas. Hiper volumes, leves como plumas. “Eu acredito na Alta Costura clássica, na celebração de sonhos e beleza, emoções, volumes e técnica”, disse o diretor criativo Pierpaolo Piccioli ao editor Tim Blanks.



Emotional synesthesia, wonder of gazes and sensations.
Enjoy the Collection designed by seen backstage at the Hôtel Salomon de Rothschild.


444 people are talking about this

Detalhes importantes e que fazem a diferença
Foto: Reprodução
AS MEIAS CALÇAS ERAM BORDADAS PARA COMBINAR COM OS VESTIDOS / REPRODUÇÃO
valentino8
FOTO: REPRODUÇÃO
Pétalas que se movem com o abrir e fechar dos olhos / Reprodução
PÉTALAS QUE SE MOVEM COM O ABRIR E FECHAR DOS OLHOS / REPRODUÇÃO
Pétalas pintadas no rosto / Reprodução
PÉTALAS PINTADAS NO ROSTO PELA SUPER MAQUIADORA PAT MCGRATH / REPRODUÇÃO
Laços gigantes / Reprodução
LAÇOS GIGANTES / REPRODUÇÃO
Alfaiataria
Foto: Reprodução
FOTO: REPRODUÇÃO
Alek Wek / Reprodução
ALEK WEK / REPRODUÇÃO
Os vestidos são impressionantes e artefatos de sonho e justamente por isso, fáceis de encantar. Mas os looks mais triviais, vamos dizer assim, também são impactantes porque traduzem a Alta Costura para o dia a dia, ainda que para pouquíssimas mulheres. É onde vemos o dom extraordinário de Pierpaolo para trabalhar com as cores; algo que ele vem aperfeiçoando a cada coleção. Ele é um romântico, italiano apaixonado, que disse certa vez não acreditar na Alta Costura moderna. Mas esses looks o desmentem: mesmo com os volumes, refletem uma imagem contemporânea de moda.
Casting
Adut Akech abre o desfile da Valentino / Reprodução
ADUT AKECH ABRE O DESFILE DA VALENTINO / REPRODUÇÃO
Uma das modelos do momento, Adut Akech abriu o desfile. Pierpaolo queria abordar o racismo que tornou a Alta Costura um privilégio das mulheres brancas (e muito ricas). Em um casting de 65 modelos, 48 eram negras. Ele abordou o assunto com Naomi Campbell e Liya Kebede e elas imediatamente se ofereceram para desfilar, assim como Alex Wek. “Ter uma marca de Roma representada pela beleza negra vai contra toda a xenofobia que tem na Itália”, disse ao editor Tim Blanks, do BoF. Natalia Vodianova e Mariacarla Boscono também desfilaram.
Pesos e medidas
Kaia Gerber levando mais de 600kg de paetês / Reprodução
KAIA GERBER LEVANDO MAIS DE 600 KG DE PAETÊS / REPRODUÇÃO
Natalia Vodianova em seu vestido / Reprodução
NATALIA VODIANOVA E O VESTIDO QUE CONSUMIU 690 HORAS DE TRABALHO / REPRODUÇÃO
O antepenúltimo look confeccionado por 90 metros de tafetá / Reprodução
O ANTEPENÚLTIMO LOOK CONFECCIONADO POR 90 METROS DE TAFETÁ TERRACOTA SÓ PARA O VESTIDO / REPRODUÇÃO
O close de Naomi 


Cena final


Como é possível tantos volumes, cores e pessoas se ajeitarem tão harmoniosamente? O grande final do desfile arrancou lágrimas dos convidados. Tanta beleza assim, de fato, toca a alma e comove.

Compartilhe o post com os amigos

Comente pelo Facebook!

Comente pelo Blog!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *