Slide

PUBLICIDADE 728X90

Marilyn Monroe foi um mito, uma lenda viva da beleza e da moda , que se imortalizou.
Relembrar grandes mitos de Hollywood, como a inesquecível Marilyn Monroe é uma tarefa das mais agradáveis, pois ela em sua época foi uma ícone da moda, que inspirou anônimas e atrizes já consagradas como ela.
Essa semana será toda dedicada a ela, que deixou a sua marca registrada, durante a sua breve passagem entre nós.

Marilyn Monroe foi um dos maiores símbolos sexuais do século 20. Seu nome verdadeiro era Norma Jeane Mortensen, filha de Gladys Baker, que trabalhava nos estúdios RKO como editora de filmes.

Devido às internações de sua mãe por problemas psicológicos, Norma Jeane passou grande parte de sua infância em casas de família e orfanatos até que, em 1937, ela se mudou para a casa de Grace Mckee Goddard, amiga da família. Em 1942, o marido de Grace foi transferido para a costa Leste, e o casal não tinha condições financeiras para levá-la com eles.

A solução para a jovem de 16 anos foi se casar no dia 19 de Julho de 1942, com James Dougherty de 21 anos, com quem estava namorando há seis meses. Dois anos depois James, na Marinha, foi transferido para o Pacífico Sul.

Após a sua partida, Norma Jeane tentou a carreira de atriz, em pequenas aparições. O divórcio veio meses antes de assinar seu primeiro contrato com a Twentieth Century Fox em 26 de Agosto de 1946.

Adotou então o nome de Marilyn Monroe e tingiu o cabelo de loiro. Sua estreia no cinema foi com um papel irrelevante em "The Shocking Miss Pilgrim" em 1947. No mesmo ano participou de "Torrentes de Ódio" e "Idade perigosa". Depois disso, a Fox cancelou seu contrato e Marilyn foi para a Columbia, onde só permaneceu por seis meses.

Em 1949, sem dinheiro, concordou em posar nua para um calendário. O sucesso foi tão grande que ela acabou ilustrando a primeira capa da revista Playboy em 1953. Tinha 1,66 metro de altura, 94 centímetros de busto, 61 de cintura e 89 de quadril.

Fez seu primeiro papel de destaque em 1951, no filme "O Segredo das Viúvas". No ano seguinte, participou de "O Inventor da Mocidade". Seu nome começou a atrair multidões aos cinemas. Foi assim em "Como Agarrar um Milionário" (1953), "Os Homens Preferem as Loiras" (1953), "O Pecado Mora ao Lado" (1955) e "Quanto Mais Quente Melhor" (1959) - este, com direção de Billy Wilder, foi considerado "a melhor comédia de todos os tempos". Nele a atriz atuou ao lado de Tony Curtis e Jack Lemmon.

Em 14 de Janeiro de 1954, Marilyn se casou com o ex-jogador de beisebol Joe Di Maggio, uma lenda do esporte nos Estados Unidos. Durante sua lua de mel, em Tóquio, Marilyn fez uma performance para os militares que estavam servindo na Coreia.

Joe, ciumento, não aguentou a exposição da esposa. Nove meses depois, em outubro de 1954, veio o divórcio. Em 1956, a atriz se casou com o dramaturgo Arthur Miller. Em 1961, após perder um bebê, os dois se separaram. No mesmo ano ela fez seu último filme, "Os Desajustados". Em 1962, durante as filmagens de "Something's Got to Give", Marilyn foi demitida devido aos constantes atrasos. O diretor Billy Wilder fez um célebre protesto: "Tenho uma tia-avó na Áustria que é pontualíssima, mas ninguém pagaria um centavo para vê-la".

Uma das mais célebres performances de Marilyn foi "Parabéns a você", de maneira sensualíssima para o presidente americano John Fitzgerald Kennedy, no Madison Square Garden. O fato reforçou os rumores de que ambos teriam sido amantes.

Quatro meses depois do episódio, Marilyn foi encontrada morta, segurando o telefone, ao lado de um vidro de barbitúricos. A hipótese de seu envolvimento amoroso com o presidente Kennedy e seu irmão Robert ganhou força, quando encontraram sua casa vasculhada - supostamente por agentes do FBI -, antes da chegada da polícia, no dia de sua morte.

A estrela, que deixou o mundo aos 36 anos, personificou o glamour hollywoodiano dos anos 50. Sua aparente vulnerabilidade e inocência, junto com sua inata sensualidade, a tornaram uma das mulheres mais desejadas do século 20.

Looks Marilyn Monroe:
Marilyn Monroe usando seu look mais famoso: Vestido branco decotado com saia plissada.

Marilyn com look rosa pink com jóias prateadas, no filme Os Homens preferem as Loiras.
Marilyn usando um look vermelho e minimalista.

Looks com looks mais compostos e charmosos.

Marilyn com look total-black.

Marilyn com saia de tule em branco.

Marilyn usando look de festa brilhantes e luxuosos em rosa pink, dourado e vermelho.

Marilyn Monroe usando vestidos longos e apertados.

Marilyn Monroe usando vestidos apertados e em vermelho, sua cor preferida.
Marilyn usando saia lápis marrom com camisa branca minimalista.

Monroe usando uma calça de seda branca, camisa de manga comprida rosa claro.

Marilyn com calça jeans e camisa branca.

Saia lápis eram peças muito usadas por Marilyn.

Marilyn com vestido rosa claro e sandália preta.

Marilyn Monroe usou um look totalmente preto.

Looks inspirados em Marilyn Monroe:
Vestido branco com cerejas vermelhas e sapatilha vermelha.
Shorts jeans escuro, camisa azul claro com sapatilha vermelha.

Madonna foi capa da revista "Vanity Fair" em Abril de 1991 e posou como Marilyn nas fotos de Steven Meisel. No clipe da música "Give Me All Your Luv" de 2011, Madonna também encarnou a diva.
Famosas vestidas como Marilyn Monroe
Look de poás em preto e branco, inspirado na Marilyn Monroe.

Miley Cyrus também se vestiu de Marilyn Monroe com looks sensuais em preto, makeup simples composta por delineador e batom vermelho e cabelo loiro cacheado.

Isabelle Drummond se vestiu de Marilyn Monroe para uma das cenas de Geração Brasil.

Rihanna posou para a Vogue e usou cabelo loiro cacheado e looks em preto, clássicos.

Christina Aguilera se vestiu de Marilyn Monroe no VMA de 2006. Ela usou um vestido prateado, meio transparente, de pedras pratas, colar combinando, makeup inspirado em Marilyn e cabelo loiro ondulado.

Dona de uma forma física invejável e de curvas sinuosas, Marilyn Monroe serviu de inspiração para grandes estilistas da moda e para suas fãs que acompanharam a sua carreira e ascensão em Hollywood. Até hoje a atriz de O Pecado Mora ao Lado, se imortalizou na cena onde o seu vestido é levantado e aparecem suas belas pernas e com  este mesmo vestido foi consagrada ,como um retrato vivo, do seu perfil indomado. Beijos
EQUIPE TÉCNICA
Edição de textos - Editorial - Textos - Revisão de Textos  - Produção - Consultoria de Moda - Jornalista: Noeli de Carvalho e Silva
Fotos - Modelo - Blogueira - Youtuber: Iana de Carvalho Silva / Iana de Carvalho DRT 0010057/BA
Pesquisadora - Comentarista - Modelo: Vitória de Carvalho e Silva Paiva

Compartilhe o post com os amigos

Comente pelo Facebook!

Comente pelo Blog!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *